Dia 12 de junho: Dia da Cardiopatia Congênita

No dia 12 de junho celebra-se o Dia da Cardiopatia Congênita, dia de refletir sobre muitas dificuldades enfrentadas todos os dias pelos nossos pequenos guerreiros e guerreiras.

Mas… o que é a Cardiopatia Congênita? A Cardiopatia Congênita é uma anormalidade na função ou na estrutura do coração, com surgimento até a 8ª semana de gestação do bebê. É considerada uma das más formações mais comuns nos recém-nascidos, sendo a terceira causa de morte infantil no período neonatal.

Muitas pessoas ainda desconhecem os dados, mas a cada 100 crianças, pelos menos uma sofrerá com algum problema na formação do coração. Cerca de 23 mil crianças por ano necessitam de intervenção cirúrgica cardíaca corretiva, porém, 78% não recebem tratamento, seja por falta de diagnóstico ou vagas da rede pública. É grave? É grave. É, na verdade, um problema de saúde pública a nível nacional.

E pensando em como ajudar a luta desses guerreiros e guerreiras é que surge a Associação de Apoio ao Tratamento da Criança Cardiopata (AATCC) ou, se você preferir, pode chamar de Coração Curumim. Fundada em outubro de 2016 por uma equipe de médicos, profissionais da saúde, pais de cardiopatas e voluntários, a Associação tem como um dos objetivos melhorar o atendimento dessas crianças e diminuir esse déficit em nossa região.

Segundo a pediatra Cardiointensivista Priscila Maruoka, presidente-fundadora da Coração Curumim, no Brasil há apenas 20 centros especializados, nas buscas realizadas junto à Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, com capacidade de oferecer tratamento adequado às crianças com cardiopatia congênita. Na região de Campinas, sede da Coração Curumim, 6 hospitais realizam cirurgias cardíacas em crianças, mas apenas os hospitais da Unicamp e da PUC-Campinas (PUCC) realizam pelo Sistema Único de Saúde (SUS), recebendo os casos mais complexos.

Nesse cenário, a ONG Coração Curumim projeta, entre outros objetivos, oferecer medicamentos e tratamentos não cobertos pelo SUS, criar um abrigo para os pais (que muitas vezes viajam de outros estados em busca de tratamento), elaborar campanhas de conscientização para que a população conheça a seriedade do problema e saiba como buscar ajuda, oferecer cursos de aperfeiçoamento para profissionais da saúde, além de investir no diagnóstico precoce na região de Campinas.

Cursos e palestras

A Coração Curumim tem realizado palestras e cursos sobre o tema voltados para profissionais da saúde e tem mantido com regularizado o quadro “Coração Curumim Explica”, com textos elaborados por especialistas e direcionados ao público em geral, para que uma maior conscientização sobre a Cardiopatia Congênita seja desenvolvida.

Eventos

Ontem, dia 11 de junho, foi realizado, em comemoração ao dia da Cardiopatia Congênita, um passeio de Maria Fumaça, que contou com a equipe de voluntários da Coração Curumim, saindo da Estação de Anhumas, onde fica a Maria Fumaça de Campinas. Foram mais de 20 famílias de cardiopatas, voluntários e integrantes da AATCC, que totalizaram mais de 100 pessoas nesse importante marco para a Associação, que tem se firmado como referência no tema.

Equipe Curumim

AATCC – Associação de Apoio ao Tratamento das Crianças Cardiopatas – Coração curumim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *